Últimas Notícias

O PLANO DE ATAQUE

SEGURANÇA DO TRABALHO

Data: 06/04/2015

O  PLANO DE ATAQUE

O Plano de Ataque




Planejamento da segurança deve acontecer antes do início da obra




SEGUR A N Ç A   D O   T R ABALHO




   O roteiro de um filme de longa metragem é escrito para elencar os acontecimentos da história, o sequenciamento das cenas, o ritmo, os cenários, as falas dos personagens e a sonoplastia. Dependendo da vontade do roteirista em filmar cenas perfeitas e do grau de detalhamento do roteiro, pode chegar-se até a apontar o posicionamento da câmera, o tipo de plano, as pausas entre as falas e outros mínimos detalhes das cenas.


   O roteirista planeja tudo o que precisa ser feito para cada cena antes que seja filmada, nos mínimos detalhes. Poderíamos por analogia dizer que o roteirista estabelece um “plano de ataque”, palavra tão utilizada quando iniciamos o planejamento de uma obra? Por onde caminhar com a obra? Que caminho seguir? 


   Tal como num roteiro de filme, o plano de ataque é a fase do planejamento executivo em que se detalham todos os aspectos técnicos do trabalho, tais como: ciclo de produção, dimensionamento de equipamentos e dimensionamento de equipes etc.


   A melhor hora de se planejar a segurança do trabalho na obra é no momento de se elaborar o plano de ataque do empreendimento. No planejamento, antes do início da execução, é possível se identificar todos os perigos que impliquem riscos significativos para a saúde e a segurança do trabalhador.


   Para que as equipes estabeleçam o plano de ataque da segurança do trabalho é necessário um conhecimento pleno da obra, o que impõe ao profissional da produção e da segurança do trabalho uma análise crítica dos projetos, um estudo profundo dos métodos construtivos e da logística, a identificação das produtividades consideradas no orçamento etc.


   Um plano de ataque bem feito torna-se uma ferramenta importante para priorizar as ações preventivas, acompanhar o andamento dos serviços e tomar as providências necessárias em tempo hábil, quando algum desvio for detectado.


   Isso passa a ser essencial para que tudo “ande” de acordo com o planejado e para que se alcancem os resultados planejados. Assim como nos filmes, tudo tem que ser ensaiado, imaginado com antecedência, previsto.


   Para que um plano de ataque de segurança do trabalho seja bem elaborado, são necessárias análises para comprovar ou mudar a forma de se executar o empreendimento:


• projeto e orçamento;


• sequência do conjunto de atividades que deverá ser executado para o atendimento do projeto;


• infraestrutura local;


• principais fornecedores da região;


• projeto do canteiro e equipamentos;


• plano logístico;


• problemas de natureza administrativa e técnica;


• planejamento da obra;


• período de execução etc.


   Por isso, considerando que a construção possui características intrínsecas que levam à geração de incertezas no processo produtivo, é preciso que os responsáveis pela obra planejem e identifiquem antes todos os intervenientes do processo, para que se possa executar um empreendimento de forma segura e saudável.




Fonte desta matéria Revista Notícias da Construção do SindusCon-SP, publicada por JOSÉ CARLOS DE ARRUDA SAMPAIO que é consultor de empresas e diretor da JDL Qualidade, Segurança no Trabalho e Meio Ambiente 


 

Mais Notícias